sexta-feira, 25 de março de 2011

O dia do grande amor..

            Toda vez que recebo uma mensagem ou ligação avisando o nascimento de um bebê, eu penso: o dia do grande amor, maior amor do mundo começa hoje. No início é algo um tanto de instinto, animal, você só quer defender seu filhote de tudo e de todos. Aquela coisinha mais linda, que saiu de você, não se sabe porque, só se cala no seu colo, é mágico, é pelo cheiro, e isso te faz a mulher mais feliz do mundo. E também começa hoje as famosas noite mal dormidas, dormir??? Isso nenhuma mãe faz, como antes, não mais. Mas não há nada mais gostoso que acordar com seu neném do lado, ver aquele rostinho todo satisfeito por estar ali, protegido. Ai minhas costas, hoje em dia só durmo em 1/3 da minha cama, quer dizer menos que isso. Mas tem nada não, o dia passa, ele te faz um carinho, te dá um sorriso, te mostra um brinquedo, fica cheio de vontades: mamãiii, mamãii toy tore!!! E você morre de amor por tudo isso, tudo nele te empolga, e para tudo você é a pessoa mais importante.  Então, chegam as doenças, os remédios, as mau criações, a falta de apetite, e todas as mães falam: é uma fase que ele está passando. E nunca uma fase é mais fácil que outra, na verdade, às vezes, é bem difícil. Mas com cada fase vem também uma novidade, uma arte, uma palavra nova. Esses dias o meu, que está na fase birrenta, riscou um fósforo...como?? Não sei, ele é danado..ops abençoado e depois chorou com o dedo queimado e pedindo a todos que estavam perto para beijar. Eu ensinei que assim sarava,... vem Enzo deixa a mamãe beijar que a dor vai passar. Mais um sufoco, uma danação mas que, mesmo sendo simples, transborda um coração de mãe.

Você também pode gostar

Related Posts with Thumbnails

Links